Quinta-feira, 12 de Outubro de 2006

Alcoutim Valoriza o seu Património Cultural

Alcoutim tem vindo a valorizar vários bens culturais nos últimos anos. Com a crescente tomada de consciência da importância e do valor dos bens e das actividades culturais, que conferem identidade e autenticidade a uma região ou país, o poder local tem apostado num modelo de desenvolvimento integrado e onde a preservação e valorização do seu património cultural desempenha um papel importante. A riqueza cultural de Alcoutim é muito diversificada e sendo marcada por tradições ancestrais conserva, ainda, actualmente grande originalidade.

O património arquitectónico, constituído por igrejas, castelo e arquitectura rural, juntamente com os inúmeros sítios arqueológicos que pontuam todo o território, com a cultura popular expressa nas actividades tradicionais, nas festas, e no artesanato, representam um bom cartão de visita para quem queira conhecer esta terra. O património natural com as belas paisagens, as plantas silvestres e a caça são igualmente um convite inrrecusável para qualquer turísta.

Os vários núcleos museológicos apresentam exposições temáticas sobre as actividades tradicionais que conservam conhecimentos ancestrais, como a tecelagem, as actividades rurais e a pesca, etc. Um núcleo dedicado à arqueologia, localizado no interior do castelo de Alcoutim, mostra o potêncial arqueológico existente e desvenda-nos muitos segredos guardados ao longo dos milénios. Na Ermida de Nossa Senhora da Conceição, recuperada para o efeito, encontra-se uma exposição de arte sacra representativa da devoção e do património artístico de Alcoutim. Um outro núcleo reaproveitou um edifício abandonado de uma antiga escola primária para promover a sua recuperação e zelar pela sua conservação, mostrando e guardando objectos e memórias dos tempos difíceis da alfabetização no tempo do Estado Novo. 

Edifícios como o Castelo de Alcoutim, Igreja da Miserícordia e Igreja de Vaqueiros têm sido recuperados e valorizados com a preocupação da sua salvaguarda como valor cultural para legar ao futuro.

A nível do património arqueológico já foram valorizados com estudos científicos e a implantação de medidas de conservação e restauro, bem como infra-estruturas e condições museológicas os menires do Lavajo e a Villa Romana do Montinho das Laranjeiras. 

A realização anual da feira de artesanato e de várias festas tradicionais trazem a Alcoutim milhares de visitantes que assim têm oportunidade de conhecer melhor as actividades culturais deste povo, quer seja nas actividades artesanais de transformação e produção dos produtos regionais, quer seja na forma de se divertirem e conviverem .

Alcoutim aposta assim na valorização do seu passado, no seu presente e no seu futuro, apoiada numa cultura tradicional sólida que lhe permite desenvolver-se de forma equilibrada e segura.

Por tudo isto deixo aqui o convite aos eventuais leitores, destas linhas, para que venham visitar Alcoutim.

Fernando Dias 

 

Publicado por Fernando Dias e Manuela Teixeira às 01:13
link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
5 comentários:
De julio cardoso a 15 de Novembro de 2006 às 15:32
Parabéns pela iniciativa, espero que tenha o maior sucesso possível . Prometo fazer uns artigos para colocar por aqui. É muito bom verificar que não andam só alcoutenejos a reivindicar pontes, o que temos é de reivindicar mais cultura!!!
De Um arqueólogo a 27 de Novembro de 2006 às 00:18
Parabéns pela iniciativa. Uma das melhores formas de proteger o Património Cultural é a sua divulgação.
De Australopithecus XXI a 27 de Novembro de 2006 às 00:25
Parabéns.
Quanto mais melhor.
De Luís Filipe Maçarico a 1 de Julho de 2008 às 17:14
Fernando Dias
Boa tarde!
Preciso urgentemente de falar contigo!
Fiquei satisfeitíssimo por saber que tens feito um trabalho espantoso na área da arqueologia.
Nesse sentido, venho solicitar-te que me contactes, pois queríamos, a direcção da Aldraba-Associação do Espaço e Património Popular e eu, presidente da mesa da Assembleia Geral e fundador, que escrevesses um artigo para a revista da associação.
Estivemos aí com um grupo de associados e foi nesse contexto que te redescobri, enquanto investigador.
Vocação que em Montemor-o-Novo já se descortinava, mas que agora ganhou outra amplitude.
O meu contacto é:
lmacarico@gmail.com
Abraço
Luís Filipe Maçarico
De Henrique Figueira a 27 de Outubro de 2008 às 22:02
Muito me apraz que o concelho de que descende parte dos meus ancestrais esteja a ser preservado e investigado.

Parabéns.

Comentar post

*Pesquisar:

 

*Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

*Títulos Recentes:

* A PRESERVAÇÃO DO PATRIMÓN...

* Alcoutim Valoriza o seu P...

*Arquivos:

* Janeiro 2007

* Outubro 2006

*Links:

*subscrever feeds